11 maio 2011

A Podologia apoia os Peregrinos de Fátima!

Nos últimos dias dezenas e dezenas de pessoas caminham por terras portuguesas... umas dão a volta ao quarteirão das suas casas, outras percorrem caminhos mais delicados, mais especiais, mais profundos e mais longos. Refiro-me aos peregrinos de Fátima!

Todo o exercício é bom para o nosso corpo e a nossa mente... as caminhadas são algo que está facilmente ao alcance de toda a gente (salvo com problemas que os impeçam), é barato (o que dá jeito hoje em dia), socialmente positivo e acima de tudo saudável.

No entanto, muitas são as pessoas (que após preparação longa e organizada) se sujeitam a uma caminhada pela vida, pela saúde, pela Fé! Criticadas por muitos, elogiados por mais ainda... estas são caminhadas a Fátima! Quer se vá por desporto, quer se vá para cumprir alguma promessa, quer se vá por companheirismo, todas as razões são válidas para se fazer tamanho "sacrifício". Na minha opinião pessoal e profissional, este é um sacrifício demasiado grande para justificar muitas vezes aquilo por que se passa entre o ponto de partida e o ponto de chegada. Falo por experiência, não por já ter caminhado até Fátima, mas por ter dado apoio a um grupo de peregrinos durante os dias de caminhada até lá chegar. Participar nesta iniciativa foi compensador, enriquecedor, mas penoso! Penoso por ver pessoas com extremas dificuldades a fazê-lo, colocando em risco a sua própria saúde, pessoas em greve de fome durante todo o percurso (neste caso, era uma pessoa, que socorremos, extra grupo que acompanhávamos). O acompanhamento que demos a um pequeno grupo de peregrinos era diário, com cuidados nas paragens e principalmente no final do dia! Faziamos curativos, massagens, entre outras coisas que fossem necessárias e que estivessem ao nosso alcance. Tiro o meu chapéu as essas pessoas!!

Mas, hoje não vim aqui para falar do acompanhamento que fiz em tempos, mas sim se uma nova equipa, um novo grupo. O ano em que se iniciou o "Fátima a Pé" foi o ano em que eu participei, fazendo eu parte da comissão organizadora. Os anos após foram da responsabilidade e coragem de outros colegas... Este ano não poderia ter sido diferente e assim foi. Um grupo de alunos de Podologia e Podologistas já licenciados (de acordo com a sua disponibilidade) acompanha diariamente um grupo de peregrinos, que se tornou maior ao longo dos anos, desde Valongo até Fátima. Esta é uma jornada longa, cansativa mas merecedora de todo o meríto, todo o reconhecimento.

É com orgulho que digo ser Podologista! Pois é aqui que mostramos que não queremos nem somos melhores que ninguém. Somos iguais a nós próprios, fieis aos nossos principios e disponíveis para apoiar o próximo seja em que situações forem (pois durante esta jornada, não há clinicas, não cadeiras específicas.... há o chão, há o passeio, marquesas as vezes, nem sempre há conforto)... e nem assim eles/nós desistimos!

PODOLOGIA é uma Força!!!

Sem comentários:

Publicar um comentário